Os 15 melhores vilões dos videogames

AVISO
Esta lista NÃO está classificada em ordem de inferior a superior e as opiniões expressas aqui refletem somente o ponto de vista do autor e não representam o posicionamento de toda a equipe.

Por trás de todo grande herói existe um grande vilão. Principalmente porque eles sempre estão prestes a esfaquear o dito herói e rir de forma doentia enquanto se contorcem no chão.

Mas o que realmente define um bom vilão?

A reposta é bem particular e varia pra cada jogador, e encontrar o melhor de todos os tempos é uma tarefa quase impossível, principalmente com o passar das gerações, em que vão surgindo cada vez mais candidatos ao posto. A intenção desta lista é justamente mostrar os candidatos mais notáveis que já apareceram no mundo dos games e a razão deles possuírem tanto destaque.

Critérios para a seleção

Critério 1: Originalidade. O personagem precisa ser original dos videogames. Portanto, personagens vindos de livros, HQS, filmes, contos antigos, dentre outros… não foram considerados. Ex: Drácula, Coringa, Darth Vader, Zeus…
Critério 2: Motivação. Qual o objetivo do vilão e o que ele é capaz de fazer para conseguir o que quer. O objetivo do antagonista pode ser do mais simples ao mais megalomaníaco, mas a intenção por si só não define o grau de maldade. É nos seus atos praticados que podemos ver o quão cruel o personagem pode ser.

Critério 3: Participação na trama. O quanto o vilão consegue atrapalhar o caminho ou jornada do protagonista, e o quão impactante ele consegue ser no enredo. Este é o critério mais importante pois é o que define o grau de carisma do antagonista mediante os outros personagens.
Critério 4: Unicidade. Esse critério é para franquias como Final Fantasy, Metal Gear e Resident Evil (só pra citar como exemplos) que nos brindaram com um vasto e incrível elenco de personagens vilanescos, e para não correr o risco da lista ficar saturada com vários vilões de uma mesma saga, foram selecionados os que são considerados por mim o melhor de cada franquia.

15. Frau Irene Engel (Wolfenstein: The New Order e Wolfenstein II: The New Colossus)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Uma das principais figuras por trás do Bund Deutscher Mädel ( Liga das Garotas Alemãs ), a ala feminina do Partido Nazista , Frau Engel dedicou sua vida à causa nazista. Tendo cumprido seu dever, educando seis, de acordo com sua definição, filhos “arianos” para servir a Pátria e exibindo lealdade constante ao Partido Nazista, ela rapidamente subiu no conceito do Partido.

Porque está entre os melhores: Como se o fato de ser nazista já não fosse cruel o bastante, Frau Irene Engel consegue a façanha de ser o personagem mais monstruoso de um jogo que apresenta Adolf Hitler no elenco. Ela é uma sociopata, mas uma sociopata secundária em Wolfenstein: The New Order, pelo menos até você chegar na cena da tentativa de execução de Blazkowicz (quem jogou sabe que cena é essa) – mas, na sequência, ela é o legítimo combustível do pesadelo.

Em Wolfenstein 2: The New Colossus, não é o rosto mutilado dela que a torna tão repugnante – resultado do seu último encontro com ela – é o seu tom sádico que subverte todas as interações além da sua obsessão em matar o protagonista a qualquer custo. Observá-la com sua filha Sigrun (um dos seus seis filhos) é especialmente angustiante, um toque de humanidade que a torna ainda mais real e ainda mais assustadora .

14. Nemesis (Resident Evil 3)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Desenvolvido por uma filial europeia da Umbrella Corporation, Nemesis é uma arma biológica da espécie Tyrant. Projetado com o objetivo de eliminar todos os S.T.A.R.S sobreviventes do incidente de Racoon City.

Porque está entre os melhores: Muito mais rápido, forte, resistente e equipado que a protagonista Jill Valentine, Nemesis tornou-se a maior pedra no sapato de muitos jogadores da franquia durante um bom tempo. Durante todo o Resident Evil 3 (o original) é o vilão quem assume o papel de caçador, e, mesmo munido do mais poderoso armamento, era o terror psicológico a sua principal arma pois bastava surgir nos momentos mais imprevisíveis e dizer uma única palavra (STARRSSS!!!!!) para gelar a espinha de qualquer um.

Apesar de não ter sido o primeiro, sem dúvidas foi o que mais influenciou o perfil de perseguidor implacável que se vê em outros jogos de terror como, por exemplo, Chris Walker (Outlast ), Marta (Outlast 2), The Keeper (The Evil Within) e até em jogos da própria franquia Resident Evil como Ustanak (Resident Evil 6) e Jack Baker (Resident Evil 7). Todos com o seu devido potencial, mas nenhum com o mesmo carisma do maior Tyrant da Umbrella. E vamos ignorar a versão do remake.

13. Edgar Ross (Red Dead Redemption)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Principal antagonista de Red Dead Redemption, Ross, no universo do jogo, foi o diretor do primeiro órgão federal de aplicação da lei, o Bureau of Investigation (BOI), sendo mais tarde conhecido como o Federal Bureau of Investigation (FBI).

Por que está entre os melhores: Pense na pessoa mais corrupta, suja, hipócrita, falsa, mentirosa e traiçoeira que você já conheceu e multiplique tudo o que ela tem de ruim por 10. Conseguiu? Então, ainda não chega aos pés de Edgar Ross.

Pior do que saber que a sua família está nas mãos de um criminoso é saber que esse mesmo criminoso é um agente policial praticamente acima da Lei. Ross sequestra a esposa e o filho do ex-bandido John Marston (o protagonista do jogo) e os usa como alavanca para fazer de Marston seu capacho durante toda a história principal. Mas quando pensamos que o nosso finado protagonista, após pagar sua dívida com a sociedade, poderia retomar sua vida normal em casa, Ross e seu alegre grupo de agentes federais matam Marston à queima-roupa por seus crimes passados em seu próprio quintal.

Além de personificar de forma crua e nada romantizada a industrialização do velho-oeste americano, o vilão representa um sistema policial corrupto que está mais preocupado com a segurança de sua própria imagem do que com a segurança da população. Nenhum outro jogo com a temática ‘Western’ conseguiu gerar um antagonista tão simbólico.

12. Shao Khan (Mortal kombat 2 e 3)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: O vilão mais popular da saga Mortal Kombat, Shao Kahn é o imperador supremo de Outworld e, por consequência, um dos seres mais temidos entre todos os reinos.

Porque está entre os melhores: Analisando bem, as ambições de Shao Khan são ultra genéricas (dominar todos os reinos e tornar-se um imortal todo-poderoso) mas o nível de crueldade ( estamos falando de MK né) do personagem somados à sua frieza e total indiferença com qualquer ser vivo que venha a cruzar o seu caminho tornam a sua trajetória uma das mais…escabrosas do mundo dos jogos.

Para se ter uma ideia do quão filho da “fruta” ele é: Shao Khan mata o seu superior, Onaga, que era até então o imperador de Outword, para ocupar seu trono. Milênios depois, invade o reino de Edenia, mata a sangue frio o seu imperador, Jerod, força a esposa de Jerod, Sindel, a se casar com ele, e adota e treina a filha dela, Kitana, pra se tornar uma assassina. Toda essa tragédia em sequência e o medo do Earthrealm sofrer o mesmo destino fazem Sindel cometer suicídio, mas Shao Khan, como um legítimo filho da “fruta”, prende a alma dela em Outworld para posteriormente ressuscitá-la e fazer uma lavagem cerebral na pobre moça afim de torná-la uma aliada. Nem mesmo Kitana teve sossego ao descobrir as atrocidades do seu querido pai adotivo como, por exemplo, saber que sua irmã gêmea, Mileena, é na verdade um clone projetado pelo próprio Shao Khan pra espionar a jovem. E, principalmente, o imperador de Outworld é o pivô da criação do Mortal Kombat. Tudo isso levando em conta SOMENTE a história da primeira trilogia.

É muita filha da “frutagem” pra uma pessoa só.

11. Arthas Menethil (Warcraft 3 e World of Warcraft)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Arthas Menethil, Príncipe coroado de Lordaeron e Paladino da Silver Hand, era o filho mais novo de Rei Terenas Menethil II e herdeiro para o trono. Apesar de ter tido uma vida confortável e de sorte, Arthas se tornou um dos seres mais poderosos e terríveis que Azeroth já viu quando ele se fundiu com o Lich King (líder supremo dos mortos vivos), Ner’zul.

Porque é um dos melhores vilões: Arthas é um vilão único, pois os jogadores de Warcraft III e World of Warcraft puderam testemunhar esse herói, uma vez justo, cair na loucura. Sua sede de vingança envolveu sua mente, deixando-o vulnerável aos poderes manipuladores de Frostmourne e do Lich King. O que Arthas lutou tanto para destruir acabou controlando-o e transformando-o em um verdadeiro monstro, até que ele se fundiu com o Lich King e perdeu completamente sua personalidade humana. Com o exército do Flagelo sob esse comando, as facções da Horda e da Aliança (inimigos de longa data) foram forçadas a se unir contra ele para salvar Azeroth. A batalha final contra o Lich King é a última boss fight da expansão Wrath of the Lich King no World of Warcraft.

O enredo épico construído ao longo da expansão e culminando na batalha final contra Arthas é sem dúvida um dos momentos mais marcantes da história do jogo, consolidando o vilão como o mais memorável do universo Warcraft da Blizzard. Um grande exemplo de que até os seres de alma mais pura podem se deixar corromper pelo ódio.

10. Kefka Palazzo (Final Fantasy 6)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Kefka Palazzo é o principal antagonista de Final Fantasy VI. O vilão é apresentado como bobo da corte e general do exército do Imperador Gestahl, porém, no decorrer do jogo revela-se como um psicopata disposto a arruinar literalmente tudo à sua volta.

Porque está entre os melhores: Algo sobre palhaços estranhos sempre contribui para um vilão maníaco, e Kefka não é exceção. Conhecido por sua gargalhada estridente, suas falas e aparência de palhaço, Kefka é um psicopata verdadeiramente impiedoso. Ele não nasceu um monstro enorme ou com poderes mágicos insanos, mas é alimentado puramente por sua própria raiva e psicose. Isso sem dúvida o torna ainda mais aterrorizante do que muitos outros vilões.

Na história de Final Fantasy VI, ele envenena desnecessariamente o suprimento de água do, até então sitiado, castelo Doma, matando centenas de pessoas. E então segue em um massacre, torturando e eliminando espers (seres mágicos) para colher seus poderes e, eventualmente, ganhar poderes divinos. E o que faz de Kefka um grande vilão é que depois de arrasar com tantas vidas, ele realmente consegue dominar e destruir o mundo e aniquilar qualquer um que o desafiasse. E assim governou por mais de um ANO antes de finalmente encontrar sua morte.

A luta final contra ele é, na minha opinião, a mais intrigante de toda a saga Final Fantasy pois além da sua simbologia (os estágios fazem alusão à Divina Comédia) o jogador tem um vislumbre do quão niilista e sociopata o vilão chega a ser.

09. Skull Kid (The Legend of Zelda: Majora’s Mask)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: No universo de Zelda, Skull Kids são crianças que, ao se perderem em Lost Woods por muito tempo, acabam se tornando uma raça de seres pequeninos e travessos. Em Majora’s Mask um Skull Kid rouba uma máscara amaldiçoada com o poder do demônio Majora, e, possuído por ela, resolve pôr em prática o plano de jogar a Lua contra a cidade de Termina.

Porque está entre os melhores: A personalidade e aparência assustadoras de Skull Kid realmente o diferenciam como um vilão inesquecível. Nada define o tom de The Legend of Zelda: Majora’s Mask melhor do que uma criança-espantalho sinistra e assustadora tentando demolir o mundo.

Ok, vamos ser justos, é o maligno Majora que habita a infame máscara quem está por trás das catástrofes no jogo e o nível delas é determinado pelas emoções negativas do seu hospedeiro, enquanto o Skull Kid caracteriza o mal que Link deve perseguir e conter antes que seja tarde demais.

Outro ponto a ser destacado é a aparência grotesca que a Lua recebe do antagonista, sendo um reflexo dos traumas sofridos pela pobre criança, dando um aspecto de onipresença do vilão sobre todo o mundo. Mesmo que esteja fora da cidade, a Lua está bem acima de você, descendo lentamente sobre o mundo. Um plano de destruição bastante ousado, já que se fosse concretizado mataria também o seu próprio autor. E ainda dizem que Zelda é coisa de criança…

08. GlaDOS (Portal 1 e 2)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: GLaDOS (Genetic Lifeform and Disk Operating System) é uma inteligência artificial projetada para monitorar e realizar testes na Aperture Science, porém ela consegue hackear o sistema e assumir o controle do laboratório, para daí fazer a vida da protagonista um verdadeiro inferno.

Porque está entre os melhores: É compreensível que você esteja cansado do humor nos jogos “Portal”, pois a internet tem o poder de tornar qualquer coisa irritante através de memes. Ainda assim, a onipresente vilã do jogo, GlaDOS, se tornou tão popular por um motivo: ela é uma das vilãs mais memoráveis de todos os tempos.

O supercomputador artificialmente inteligente comanda a Aperture Science com mão de ferro, criando câmaras de teste cada vez mais estranhas e perigosas para o jogador resolver, tudo em nome da ciência. Como seu personagem não fala, GlaDOS é a única coisa que dá ao Portal uma personalidade, e ela faz isso fazendo piadas de humor negro durante todo o jogo.

Simplificando, “Portal” é apenas um jogo genérico sem GlaDOS.

07. Revolver Ocelot (toda a saga Metal Gear Solid)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Revolver Ocelot, também conhecido como Liquid Ocelot ou somente como Adam ou Ocelot, é um agente da FOXHOUND e dos Patriotas. Arqui-inimigo de Solid Snake, Ocelot é mestre em armas de fogo e especialista em infiltrações em diversos ambientes assim como seus rivais Solid Snake e Big Boss, além de muitas vezes atuar como um agente triplo, para atender a múltiplos interesses na mesma situação.

Porque está entre os melhores: Solid Snake esteve envolvido em algumas das maiores boss fights já desenvolvidas, incluindo uma longa batalha contra Sniper Wolf e a psicodélica luta contra Psycho Mantis. Mas a melhor habilidade de seu maior inimigo não era o combate. Ocelot sabia como se esconder e ficar em segundo plano.

Nascido no campo de batalha, Ocelot trabalhou para pelo menos um presidente traidor dos Estados Unidos, bem como para a organização sombria dos Patriots. Quando ele finalmente fez uma jogada para trair todos eles e conquistar a civilização, ele fez valer a pena. Apesar de tudo, Ocelot tem um senso de orgulho incrivelmente irritante, que ele geralmente demonstra através de sua pontaria especializada e revólver girando.

06. General RAAM (Gears of War)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Uzil RAAM foi o general de alta patente do exército dos Locust, tendo sido de início um soldado Drone, e depois um membro da Guarda Theron. Sua habilidade, intelecto, força e lealdade à Horda e à Rainha Myrrah lhe renderam o título de chefe da liderança militar da Horda dos Locust.

Porque está entre os melhores: O ‘Nemesis’ da saga Gears of War, General RAAM é um vilão militar verdadeiramente badass. Não apenas ele possui força insana, mas sua habilidade e intelecto fazem dele um guerreiro verdadeiramente assustador. RAAM lida com uma metralhadora montada à mão com facilidade e, muitas vezes, empunha uma lâmina serrilhada para derrubar seus inimigos em combate corpo a corpo.

Ele é o único Locust conhecido que pode controlar os Kryll, monstros voadores altamente agressivos que enxameiam inimigos e os despedaçam. Mesmo que ele não esteja sempre dando os tiros diretamente, ele é a legítima personificação dos militares Locust que mataram milhões e milhões, destruindo quase completamente a humanidade. A épica batalha final contra RAAM é o que realmente solidifica seu lugar como um dos principais vilões. Boa sorte tentando derrubar esse general monstruoso na dificuldade Insana.

05. G-Man (Half-Life)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Com exceção de sua aparência e de seus poderes, nada se sabe sobre este homem.

Porque está entre os melhores: Os mistérios sobre suas intenções são o que o tornam tão intrigante e popular até os dias de hoje. O que ele quer, o que ele enfrenta, qual a sua origem…é tudo uma incógnita.

Acompanhando de forma onipresente os protagonistas da saga Half-Life, G-Man está sempre manipulando os eventos à nossa volta de forma que não temos certeza onde vamos parar na cena seguinte. Mas temos certeza que ele não é (mesmo) uma pessoa comum e onde houver caos e destruição no universo de Half-Life, ele estará presente.

04. Handsome Jack (Borderlands 2)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Handsome Jack é o principal antagonista de Borderlands 2 e o co-protagonista de Borderlands: The Pre-Sequel. Ele assumiu o controle da corporação Hyperion, declarou-se ditador de Pandora e roubou todo o crédito por encontrar o The Vault, chegando a assumir a responsabilidade por matar o The Destroyer.

Porque está entre os melhores: Como muitos vilões clássicos, Handsome Jack gosta de repreender constantemente o jogador e narrar sua falha inevitável em impedi-lo. Seu jeito de falar é quase encantador de certa forma, mas não há dúvida de que ele é verdadeiramente mau. Jack é um assassino manipulador, sem consideração por nenhuma vida além da sua, chegando ao ponto de usar sua própria filha como ponte pra controlar toda a tecnologia que tivesse à sua disposição. Seu controle sobre Hyperion lhe dá recursos ilimitados e o torna um oponente formidável.

Sua personalidade começa quase humorística, pois ele acha que o jogador é irrelevante para seu império, mas começa a se tornar vingativo e rancoroso à medida que a história avança. A presença constante de Jack e as piadas intermináveis ao longo do jogo tornam sua eventual morte ainda mais gratificante.

03. Sarah Kerrigan (Starcraft 2)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Sarah Louise Kerrigan era uma mulher terrana psíquica . Ela começou sua carreira como fantasma confederado e depois se tornou a segunda em comando dos Filhos de Korhal . Após a traição de Arcturus Mengsk , ela foi capturada e infestada pelo enxame Zerg , tornando-se a auto-proclamada Queen of Blades (também conhecida como rainha Zerg ) e líder do enxame. No encerramento da Guerra do Fim, ela ascenderia para se tornar uma xel’naga , um ser de imenso poder cósmico.

Porque está entre os melhores: Assim como Arthas, Kerrigan é o caso do bom personagem que se tornou mau. Mas sua história não é tão preto no branco, o pessoal de Kerrigan a traiu e alimentou sua busca por vingança como uma poderosa líder do exército inimigo. Ela é uma general militar idealizadora, com uma personalidade corajosa e vingativa. Nada cheira a vingança mais do que levar o Enxame à guerra para aniquilar seu antigo povo. Sem mencionar seu visual badass com dreadlocks de tentáculos e enormes asas esqueléticas. Sua aparência impressionante, juntamente com sua influência narrativa dominante no história do universo Starcraft, lhe rende um lugar como um dos vilões mais reconhecidos e influentes dos videogames.

02. Vaas (Far Cry 3)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: Nascido em 1985 na ilha Rook, Vaas quando jovem, foi um dos membros dos Rakyat, mas ao se envolver com o traficante Hoyt Volker, acabou tornando-se seu braço direito e comandante da facção dos Piratas, passando a fazer todo tipo de crueldade pra agradar seu chefe.

Porque está entre os melhores: Vaas foi verdadeiramente a estrela de Far Cry 3. Ele representa a verdadeira insanidade: em um minuto ele parece relativamente calmo, no outro ele está gritando e não teria problemas em matar alguém do. O monólogo de insanidade de Vaas o define perfeitamente como um vilão. Nesse memorável discurso, ele explica que loucura é fazer a mesma coisa repetidamente e esperando um resultado diferente, mas o próprio Vaas faz exatamente a mesma coisa. Por mais louco que ele fosse, seus níveis de energia e personalidade tornaram o jogo extremamente emocionante e divertido. A importância de Vaas no enredo foi realmente demonstrada quando, após sua morte no meio do jogo, o jogo realmente diminui e perde muito fôlego.

01. Origami Killer (Heavy Rain)

 

Clique para ver a imagem em tamanho original

Sobre: O Origami Killer é o principal antagonista e autor de vários sequestros e assassinatos no mundo de Heavy Rain. O caso mais recente em que se suspeita que o assassino esteja envolvido é o sequestro de Shaun Mars, filho de Ethan e Grace Mars.

Porque está entre os melhores: O plot central da trama gira em torno de um assassino em série que sequestra meninos e coloca seus pais em julgamentos tortuosos para salvar suas vidas. Sendo mais exato, um assassino que captura meninos, trancando-os em um bueiro que lentamente se enche de água da chuva ao longo do tempo. Enquanto isso, ele tortura os pais através de várias provações que farão de tudo para salvar seus filhos. Esses pais chegam ao ponto de cortar os dedos, rastejar através do vidro e do fio elétrico e até matar estranhos aleatórios. Mas a parte mais confusa é que o assassino nunca tem intenção de poupar suas vítimas, não importa a que distância os pais estejam dispostos a ir. No último capítulo do jogo, foi revelado que o assassino perdeu o irmão quando o pai estava bêbado demais para salvá-lo de um poço. O assassino, por sua vez, decidiu reencenar o cenário com vários meninos aleatórios. Um monstro, sem sombra de dúvidas.

Menções honrosas:

 

  1. Bowser (Super Mario Bros)
  2. Dr. Robotnik/Eggman (Sonic The Hedgehog)
  3. Albert Wesker (Resident Evil)
  4. Illusive Man (Mass Effect 2)
  5. Pyramid Head (Silent Hill 2)
  6. Frank Tenpenny (GTA: San Andreas)
  7. Sephiroth (Final Fantasy 7)

FONTE: OMELETE

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: